Avaliação das instituições educativas como indicador da qualidade de ensino

Palavras-chave: Avaliação, Instituição Educativa, ; Qualidade de ensino

Resumo

A avaliação institucional reveste-se de uma importância capital, facto que conservar um lugar cada vez mais preponderante no contexto das políticas educativas em Angola, entretanto, ainda é tábu para certas instituições do Ensino Superior, devido a inexistência de instrumentos reguladores, normas e orientações para sua realização durante muito tempo, o que deixou antever a pouca ênfase que se lhe é dada. A presente investigação aborda a avaliação das instituições educativas como indicador da qualidade de ensino, caso do Instituto Superior de Ciências da Educação do Huambo e teve como finalidade perceber a necessidade da realização da avaliação institucional no Instituto Superior de Ciências da Educação do Huambo como instrumento para aferir e promover a qualidade no ensino Superior. Metodologicamente tratou-se de um estudo de caso. Os principais resultados apontam que não existe uma cultura de avaliação institucional, o Instituto Superior de Ciências da Educação do Huambo, nunca realizou avaliação institucional, mas tem dados passos necessários para o efeito, reconhece-se a necessidade da sua realização de forma periódica, como indicador da qualidade de ensino e projecção da imagem institucional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Arredondo, S. C. (2003). Vocabulario de Evaluación Educativa. Madrid: Pearson Educación.

Castro, M. H. G. (1999). O significado da avaliação institucional no âmbito da política educacional. São Paulo: Editora Unesp, (Seminários e debates, v. 1)

Cervo, A. L. e Bervian, P. A. (2002). Metodologia Científica.5ª Ed. 4reimpr. São Paulo: Person Prentice.

Decreto - Lei nº 44530 de 21 de Agosto - Publicado no Diário do governo nº 191- I série - Cria nas províncias ultramarinas de Angola e Moçambique os Estudos gerais Universitários integrados na universidade portuguesa.

Decreto - Lei nº 48790 de 23 de Dezembro de 1968 - Determina que os estudos gerais universitários de Angola e Moçambique passem a ter a designação de Universidade de Luanda e de Universidade de Lourenço Marques.

Decreto Legislativo Presidencial nº 1/10, de 5 de Março - Publicado no Diário da República I Série - nº 42 - Aprova a organização e funcionamento dos órgãos essenciais auxiliares ao Presidente da República

Decreto Lei nº 2/09, de 29 de Abril - Publicado no Diário da República. I Série - nº 79 - Aprova o Estatuto Orgânico da Secretaria de Estado para o Ensino Superior.

Decreto nº 5/07 de 5 de Abril Decreto nº 5/07, de 5 de Abril - Publicado no Diário da República I Série – nº 42 - Aprova o Estatuto Orgânico da Secretaria de Estado para o Ensino Superior.

Decreto nº 5/09 de 7 de Abril - Publicado no Diário da República. I Série - nº 64 - Cria as regiões académicas que delimitam o âmbito territorial de actuação e expansão das instituições de ensino superior.

Decreto nº 60/76 de 13 de Agosto - Publicado no Diário da República. I Série – nº 191 - Reestrutura a orgânica do Ministério da Educação e Cultura.

Decreto nº 7/09 de 12 de Maio-publicado no Diário da República. I série-nº 87 -Estabelece a reorganização da rede de Instituições de Ensino Superior Públicas, a criação de novas Instituições de Ensino Superior e o redimensionamento da Universidade Agostinho Neto(UAN).

Decreto nº 90/09, de 15 de Dezembro. Diário da República, I Série, nº 237 - Aprova as Normas Gerais Reguladoras do Subsistema de Ensino Superior.

Decreto Presidencial n.º 172/13, de 29 de Outubro - Publicado no Diário da República. I Série - n.º 208 - Aprova o Estatuto Orgânico do 12 Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior.

Decreto Presidencial nº 203/18, de 30 de Agosto - publicado no Diário da República. I Série – nº 133 - Aprova o regime jurídico da Avaliação e acreditação da qualidade das Instituições de Ensino Superior.

Decreto Presidencial nº 7/09, de 12 de Maio - publicado no Diário da República. I Série – nº 231. Aprova o Estatuto Orgânico do Instituto Superior de Ciências da Educação do Huambo.

Decreto Presidencial nº 70/10, de 19 de Maio - Oublicado no Diário da República. I Série - nº 93 - Aprova o estatuto orgânico do Ministério do Ensino Superior e da Ciência e Tecnologia.

Dias, S. J. (2000).Avaliação da educação superior. Petrópolis: Vozes.

Dias, S. J.(2003). Avaliação da educação superior, regulação e emancipação. Florianópolis: Insular.

Díaz Barriga, A. (2003). A Avaliação no Marco das políticas da educação superior: desafios e perspectivas. Florianópolis: Insular.

González, J. A. T. Fernadéz, A. H. e Camargo, C. de B. (2014). Aspectos fundamentais da pesquisa científica. Asunción: Marben.

Hill, M. & Hill, A. (2009). Investigação por Questionário. Lisboa: Edições Sílabo.

House, E. R. (2000). Evaluación, Ética y Poder. Madrid: Morata.

Lei nº 17/16, de 14 de Outubro - Publicada no Diário da República I Série nº 170 Lei de bases do sistema de Educação e Ensino

Leite, D. (2005). Reformas Universitárias: avaliação institucional participativa. Petrópolis: Vozes.

Mendes, M. da C. B. R.(2013). Avaliação da qualidade e educação Superior em Angola: o caso da Universidade Agostinho Neto. Tese de Doutoramento. Instituto de Educação. Universidade do Minho

Projecto de desenvolvimento Institucional (2002 - 2017). Instituto Superior de Ciências da Educação do Huambo.

Resolução nº 1/85 de 28 de Janeiro - Publicado no Diário da República. I Série - nº 9- altera a designação da universidade de Angola para Universidade Agostinho Neto.

Ristoff, D. I. (2003). Avaliação da Educação Superior: flexibilidade e regulação. São Paulo: Alternativa, pp. 137-157.

Ristoff, D. I. (2008). Avaliação Institucional: pensando princípios. São Paulo: Cortez, pp. 37-51.

Sampieri, R. Collado, C. & Lucio, P. (2006). Metodologia de pesquisa (3ª. ed.). São Paulo: McGraw-Hil.

Silva, E. (2015).Virtudes e pecados da avaliação institucional. Como alcançar o reino da qualidade. UAN.

Silva, E. A. da (2014). Avaliação institucional no ensino superior e qualidade educativa: Dilemas e desafíos para o caso angolano. Disponível em: http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=8276975172123857

Silva, E. A. da (2016). Avaliação institucional no ensino superior em Angola. O desafio da qualidade e gestão das Instituições de Ensino Superior. Disponivel em: http://www.aforges.org/wp-content/uploads/2016/11/17-Eugenio-Silva_Avaliacao-institucional-no-ES-em-Angola.pdf

Valdés Rojas, M. B., Remedios Gonzáles, J. M., & Alfonso Nazco, M. (2019). A autoavaliação. Um desafio a qualidade dos processos substantivos na Universidade . RAC: Revista Angolana De Ciências, 1(1), 04-17.

Publicado
2020-05-15
Como Citar
Lázaro, F. J. (2020). Avaliação das instituições educativas como indicador da qualidade de ensino. RAC: Revista Angolana De Ciências, 2(1), 208-229. Obtido de http://publicacoes.scientia.co.ao/ojs2/index.php/rac/article/view/59
Secção
Artigos