Uma visita à Ombala Ndala Kandumbu: contribuição para a historiografia dos Reinos Ovimbundu

Palavras-chave: História, Kandumbu, Ocupação Portuguesa

Resumo

Este trabalho apresenta uma investigação prática que se fez na Ombala Kandumbu para contribuir na construção da Historiografia dos reinos Ovimbundu, através da liderança dos seus sobados, nomeadamente, Nondolo, Ndala Kandumbu, Jaime Santos (colaborador dos brancos sem poder), Kacikwalula, Yulembi e Semente. Tal como aconteceu com as outras, a Ombala também conheceu a invasão e a ocupação portuguesa durante o século XX. A relevância do Penedo de Kandumbu consiste em dar a conhecer e valorizar a História Local da Província do Huambo, de Angola, de África e Universal, cujo enquadramento pode ser feito nas disciplinas de História de África, História de Angola, História Cultural, Tradição Oral e Culturas Africanas, Arqueologia e Prática de Arqueologia, entre outras. É ipso facto que depois da Conferência de Berlim em 1884-1885, tendo em conta o princípio de ocupação efectiva, isto é, a norma que obrigou os portugueses a ocuparem o interior de Angola, para o caso da Província do Huambo aconteceu no início do século XX, mais precisamente em 1902, o que significa que a ombala em referência também foi ocupada durante o século XX, pois, a mesma faz parte da Província do Huambo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alexandre, J. (2016). História de Angola, Alguns subsídios para o seu estudo. Luanda: Kilombelombe

ANGOP (2009). Primeira Dama visita Pedras de Kandumbu. Disponível em: http://m.portalangop.co.ao/angola/pt-pt/mobile/noticia/sc. Acesso: 24 de Abril de 2020

ANGOP (2018). Cinco monumentos do Huambo em vias de se tornar património nacional. Disponível em: https://m.portalangop.co.ao/angola/pt-pt/mobile/noticias/lazer-e-cultura/2018/3/16/cinco-monumentos-Huambo-vias-tornar-patrimonio-nacional,1d857f57-c328-40eb-9d82-735b8350a447.html?version=mobile. Acesso: 23 de Abril de 2020;

Domingos, Z. (2013). Preservação e valorização do património arqueológico angolano no contexto nacional e mundial: Caso de Mbanza Kongo. Revista Tecnologia e Ambiente. 19(1), 262-275;

Gomes, A. J. (2007). As Civilizações Lacustres das margens do Kupololo. Benguela: KAT, Empreendimento e Consultoria

Gomes, A. J. (2016). Ovimbundu Pré-coloniais, Contribuição ao estudo sobre os planálticos de Angola. Luanda: CACUL

Gonçalves, J. (2016). Manual de História de África. Luanda: Mayamba

Gourgel, A. A. e Difuila, M. M. (2017). Atlas Histórico de Angola. Luanda: Plural Editores

Jornal de Angola (2015). Pedras do Huambo. Disponível em: http://m.redeangola.info/roteiros/pedras-do-huambo/. Acesso: 24 de Abril de 2020

Jornal de Angola (2016). Património da História classificado no Huambo. Disponível em: http://jornaldeangola.sapo.ao/cultura. Acesso: 22 de Abril de 2020

Kandjo, J. S. (2019). Os Impérios do Ghana, Mali e Songhai. Luanda: DF Editora

Kandjo, J. S. (2020). História da África, séculos XV-XXI. Luanda: Nhaconteúdos

Kandjo, J. S. (2020). A influência de Kasanji na independência de Angola. RAC: Revista Angolana de Ciências, 2(1), 148-166

Keita, B. N. (2009). História da África Negra. Luanda: Texto Editora

Ki-Zerbo, J. (2002). História da África Negra. 3ª Edição. Lisboa: Publicações Europa-América

M´bokolo, E. (2003). História e Civilizações, do Século XVIII aos nossos dias, 2ª Edição, Tomo I, Lisboa: Colibri

Melo, R. M. A. J. (2007). Identidade e Género entre os Handa no Sul de Angola. Luanda: Nzila

Nova Gazeta. (2013). Pedras, palancas, rochas e rios. Disponível em: https://viajar.sapo.ao/descubra-o-pais. Acesso: 22 de Abril de 2020

Sungo, M. L. M. (2015). O Reino do Mbalundu: identidade e soberania política no contexto do Estado nacional angolano actual. (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina)

Poulson, L. (2009). As autarquias locais e as autoridades tradicionais no Direito angolano, esboço de uma teoria subjectiva do poder local. Luanda: Casas das Ideias.
Publicado
2021-05-28
Como Citar
Kandjo, J. S. (2021). Uma visita à Ombala Ndala Kandumbu: contribuição para a historiografia dos Reinos Ovimbundu. RAC: Revista Angolana De Ciências, 3(1), 115-132. Obtido de http://publicacoes.scientia.co.ao/ojs2/index.php/rac/article/view/161
Secção
Artigos